Seja também um sócio

Somos 10 torcedores

Meta 20.000

Tri-supercampeão 1983

Talvez tenha sido o mais improvável dos “super” do Santa Cruz. Depois de perder duas decisões de turno para cada um dos rivais, o time de Carlos Alberto Silva perdeu também a primeira fase do terceiro e último turno. Tinha de ganhar o quadrangular. Ganhou. E ganhou também a decisão do turno, numa partida contra o Sport disputada de maneira inédita em Caruaru. O título foi conquistado nas cobranças de pênaltis, depois de um 1 x 1 contra o Náutico. O goleiro Luís Neto, o então lateral-direito Ricardo Rocha, o volante Zé do Carmo e os atacantes Django e Gabriel também brilharam num time em que as grandes estrelas eram o meia Henágio e o próprio treinador.