Seja também um sócio

Somos 10 torcedores

Meta 20.000

Nunes (João Batista Nunes de Oliveira)

Quando os dirigentes a época o viram jogar pelo Confiança de Sergipe, em 1975, logo perceberam o potencial de Nunes para substituir o ídolo Ramon, prestes a ser negociado ao final do ano. Acertaram em cheio: em meados do ano seguinte, o Santa era bisupercampeão e o artilheiro de “Cabelos de Fogo” o novo xodó da torcida , seduzida pela sua raça e insaciável fome de gols. Quando foi negociado em 1978, depois de passagens brilhantes pela Seleção, já havia marcado 86 gols com a camisa nove do Santa.