Seja também um sócio

Somos 10 torcedores

Meta 20.000

Bi-supercampeão 1976

Mais uma vez, os três grandes da capital venceram um turno cada um e chegaram à decisão em condições iguais. Mais uma vez, o Santa foi supercampeão. No caso, bisuper. O time começou mal, sem Ramón vendido para o Vasco e contra um Sport arrasador. O show dos novos atacantes Nunes e Vòlnei na goleada de 5 x 0 contra os rubro-negros mudou os rumos do campeonato. Na sequência final, um duplo 2 x 0 contra os dois rivais garantiram o título para o time que ainda tinha Gilberto no gol e Pio no ataque.